I ENC OBS - Logo Menu

I ENC OBS - Logo TCE Menu

O Encontro

O "I Encontro Internacional de Observatórios: Cidades, Governança, Controle Social e Gestão Pública" tem por objetivo disseminar conhecimentos e trocas de experiências sobre o trabalho dos observatórios que atuam na perspectiva da Governança, Controle Social e Gestão Pública em âmbito local, nacional e internacional. O evento é promovido pelo Tribunal de Contas do Ceará (TCE/CE), por intermédio do seu Instituto Escola Superior de Contas e Gestão Pública Ministro Plácido Castelo (IPC), em parceria com o Observatório de Fortaleza do Instituto de Planejamento de Fortaleza (IPLANFOR).

PERÍODO DO EVENTO
7 de novembro de 2018

PÚBLICO-ALVO
  • Agentes públicos (servidores públicos, governantes, parlamentares, membros do Poder Judiciário, Ministério Público e dos Tribunais de Contas, etc)
  • Jurisdicionados do TCE/CE, em nível estadual e municipal
  • Pessoas envolvidas com Observatórios da Gestão Pública e Observatórios Sociais
  • Membros da academia
  • Representantes da sociedade civil organizada
  • Membros da sociedade em geral

LOCAL

Tribunal de Contas do Estado do Ceará (Auditório 5 de Outubro)
Rua Sena Madureira, 1047 - Centro, Fortaleza-CE

Programação

08:00-08:30
Recepção/credenciamento - Café de boas vindas

08:30-09:00
Abertura do evento
- Coral Vozes da Corte do TCE/CE
- Mesa de Abertura

09:00-09:30
Palestra de abertura - Manhã
Programa Medellín Cómo Vamos e sua contribuição para os processos de transformação da Cidade.

Palestrante: Piedad Patricia Restrepo Restrepo, Diretora do Programa Medellín Cómo Vamos, Colômbia.

09:30-09:45
Sessão de perguntas e respostas

09:45-11:45
Painel de Observatórios – Gestão Pública e Controle Social

- Observatório Social do Brasil (OSB)
- Observatório de Finanças Públicas do Ceará (OFICE), Fundação SINTAF
- Observatório da Despesa Pública (ODP), Controladoria Geral do Estado do Ceará (CGE/CE)
- Observatório de Políticas Públicas (OPP), Universidade Federal do Ceará (UFC)
- Observatório de Licitações, Tribunal de Contas do Ceará (TCE/CE)
- Instituto de Justiça Fiscal (IJF)

11:45-12:00
Sessão de perguntas e respostas

12:00-14:00
Intervalo - Almoço

14:00-14:30
Palestra de abertura - Tarde
Como a tecnologia vai mudar nossos políticos e a maneira de controlarmos as contas públicas.

Palestrante: Leandro Devegili. Cofundador da Data Science Brigade (DSB) - Operação Serenata do Amor. São Paulo (SP)

14:30-14:45
Sessão de perguntas e respostas

14:45-15:45
Painel de Observatórios – Governança e Desenvolvimento Sustentável das Cidades

- Observatório de Fortaleza, Instituto de Planejamento de Fortaleza (IPLANFOR), Prefeitura Municipal de Fortaleza.
- Observatório da Violência e dos Direitos Humanos, Universidade Regional do Cariri (URCA)
- Observatório da Indústria, Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC/CE)

15:45-16:00
Intervalo - Café

16:00-17:00
Painel de Observatórios – Governança e Desenvolvimento Sustentável das Cidades (continuação)

- Observatório Cearense de Cultura Alimentar (OCCA), Universidade Estadual do Ceará (UECE)
- Laboratório de Estudos da Pobreza (LEP), Centro de Aperfeiçoamento de Economistas do Nordeste (CAEN), Universidade Federal do Ceará (UFC)
- Observatório da Criança e do Adolescente / Instituto OCA

17:00-17:15
Sessão de perguntas e respostas

17:15-17:45
Palestra de encerramento
O papel dos observatórios na construção de novos saberes e proposições de políticas públicas.

Palestrante: Jailson de Souza e Silva. Fundador do Observatório de Favelas, Rio de Janeiro (RJ). 

17:45-18:00
Sessão de perguntas e respostas

18:00-18:15
Encerramento do evento

Palestrantes

Jailson de Souza e Silva

Jailson de Souza e Silva

É fundador do Observatório de Favelas e diretor do Instituto Maria e João Aleixo (IMJA). Professor da Universidade Federal Fluminense (UFF). Graduado em Geografia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), mestre em Educação e doutor em Sociologia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica (PUC-RJ) e pós doutor pelo John Jay College of Criminal Justice.

O Observatório de Favelas é uma organização da sociedade civil de interesse público (OSCIP) que trabalha com pesquisa, consultoria e ação pública dedicada à produção do conhecimento e de proposições políticas sobre as favelas e fenômenos urbanos. Busca-se afirmar uma agenda de Direitos à Cidade, fundamentada na ressignificação das favelas, também no âmbito das políticas públicas. Com sede na Maré, no Rio de Janeiro, sua atuação é nacional. Foi fundado por pesquisadores e profissionais oriundos de espaços populares, sendo composto atualmente por trabalhadores de diferentes espaços da cidade. Tem como missão a elaboração de conceitos, metodologias, projetos, programas e práticas que contribuam na formulação e avaliação de políticas públicas voltadas para a superação das desigualdades sociais.
Piedad Patricia Restrepo

Piedad Patricia Restrepo

É diretora do programa Medellín Cómo Vamos. É economista da Universidade de Antioquia, com mestrado em políticas públicas da Universidade Torcuato di Tella. Tem experiência docente na Universidade de Antioquia e Eafit, e em pesquisa no Centro de Pesquisas Econômicas da Universidade de Antioquia, nas temáticas da economia da educação, regulação dos serviços públicos, economia institucional e regional. Tem publicações em revistas nacionais de divulgação científica e participação em seminários nacionais e internacionais nas temáticas referidas.

Medellín Cómo Vamos é uma aliança interinstitucional privada que tem como principal objetivo promover a avaliação e monitoramento da qualidade de vida na cidade. O programa conta com a participação de Proantioquia, El Colombiano, a Universidade Eafit, a Câmara de Comércio de Medellín para Antioquia, Comfama, Comfenalco, Casa Editorial El Tiempo, a Câmara de Comércio de Bogotá e a Fundação Corona, estas três últimas entidades são as que promovem desde 1998 o programa Bogotá Cómo Vamos. O Medellín Cómo Vamos tem como objetivos específicos promover um governo efetivo e transparente; cidadãos informados, responsáveis e participativos; e incentivar o trabalho em parcerias em torno da qualidade de vida na cidade.
Leandro Devegili

Leandro Devegili

É publicitário e empresário, fundador da Data Science Brigade (DSB), uma empresa especializada em análise de dados que visa solucionar problemas e melhorar o desempenho de grandes marcas com o uso da Inteligência Artificial. Um dos grandes cases da DSB que repercutiu mundialmente é o projeto “Operação Serenata do Amor”. Um projeto de inteligência artificial para analisar os gastos públicos e auxiliar no controle social, como forma de participar ativamente do processo democrático no Brasil.

Observatórios

  1. Observatório Medellín Cómovamos, Colômbia
  2. Observatório Social do Brasil (OSB), Paraná
  3. Observatório de Finanças Públicas do Ceará (Ofice) - Fundação Sintaf
  4. Observatório da Despesa Pública (ODP) – CGE
  5. Observatório de Políticas Públicas (OPP) – UFC
  6. Observatório de Licitações – TCE/CE
  7. Instituto de Justiça Fiscal
  8. Operação Serenata do Amor, Rio Grande do Sul
  9. Observatório de Fortaleza
  10. Observatório da Violência e dos Direitos Humanos - URCA
  11. Observatório da Indústria da FIEC
  12. Observatório Cearense de Cultura Alimentar – (OCCA) - UECE
  13. Laboratório de Estudos da Pobreza (LEP) - CAEN/UFC
  14. Observatório da Criança e do Adolescente / Instituto OCA
  15. Observatório de Favelas, Rio de Janeiro

Contato

Instituto Plácido Castelo - IPC
Tribunal de Contas do Estado do Ceará - TCE Ceará
Rua Sena Madureira, 1047 - CEP: 60.055-080 - Fortaleza-CE
Tel.: (85) 4888-1789
E-mail: ipc@tce.ce.gov.br


Observatório de Fortaleza
Rua Major Facundo, 584 - CEP: 60025-100 - Centro, Fortaleza-CE
Tel.: (85) 3105-1355
E-mail: observatoriodefortaleza@fortaleza.ce.gov.br

Realização:

I ENC OBS - Rodapé

  • TRIBUNAL DE CONTAS DO ESTADO DO CEARÁ
    Rua Sena Madureira, 1047 - Centro
    Fortaleza-CE